China trabalha na construção do maior telescópio do mundo

Ocupando uma área de 500 metros quadrados, centro de observação pode captar sinais originados em distâncias de até 1000 anos-luz.

 (Fonte da imagem: ArXiv)

Com finalização programada para 2016, o Aperture Spherical Telescope (FAST), construído pela China, está programado para ser o maior telescópio já construído pela humanidade. Ocupando uma área de quinhentos metros quadrados, a construção terá o objetivo de auxiliar nas pesquisas por vida fora da Terra, além de propiciar um melhor estudo da atmosfera do planeta.

O projeto foi desenvolvido em parceria com a Square Kilometer Array (SKA), iniciativa internacional que nasceu com o objetivo de construir um telescópio com área total de um quilômetro quadrado. Atualmente, a iniciativa se concentra na construção de equipamentos menores, localizados em áreas estratégicas do globo – algo que parece não interessar à China, que em 2006 deu o sinal positivo para a construção do FAST.

A novidade vai ter capacidade de observação três vezes maior que o Observatório Arecibo, localizado em Porto Rico, considerado atualmente como o mais potente do mundo. Além disso, a produção chinesa também terá uma sensibilidade maior, permitindo a observação de 19 regiões diferentes do espaço.

Tamanho e potência sem iguais

Para conseguir capturar sinais de forma mais precisa, o FAST não utiliza o método tradicional, que constitui no uso de espelhos distribuídos pelo diâmetro da cúpula de observação, como forma de direcionar os sinais recebidos a um ponto único. Isso acontece porque, devido ao tamanho do projeto, seria necessário usar cerca de 11 mil toneladas de espelhos.

(Fonte da imagem: ArXiv)

A solução encontrada pelos engenheiros foi a construção de uma cúpula adicional construída com cerca de 4400 painéis de alumínio triangulares, que formam um espelho parabólico com cerca de 300 metros. Este dispositivo pode ser redirecionado livremente, o que permite ao telescópio observar uma área mais extensa dos céus.

Todo esse tamanho vai permitir a observação simultânea de 19 regiões do espaço (o Arecibo é capaz de observar somente 7 delas), resultando no centro de observações mais potente e rápido do mundo. Com a capacidade de detectar transmissões ocorridas em até 1000 anos-luz de distância, a novidade deve permitir a observação de fenômenos como supernovas e pulsos eletromagnéticos de forma sem igual.

Fonte: TecMundo
Anúncios

0 Responses to “China trabalha na construção do maior telescópio do mundo”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Arquivos

Quer dar sugestões, expressar sua opinião, comunicar algum aconte- cimento, publicar algum texto e até mesmo fazer críticas? Contate-nos:

ecivilftc@hotmail.com

Há quem ache isso perda de tempo, mas é graças a esses contatos que algumas coisas estão sendo preparadas ou, quando menos, estudadas. Fique à vontade. A frase é pra lá de clichê, mas, de fato, "seu contato é muito importante para nós".

group1186588@groupsim.com

Adicione este email à sua lista de contatos do MSN e interaja com os alunos de Engenharia Civil da FTC. O "chat" é em tempo real, assim criando um canal direto entre os alunos do curso. Só basta adicionar e "chamar a atenção" na página do chat para entrar em contato com outras pessoas online

Antes de mais nada gostaria de agradecer a vossa visita ao nosso site, ela é muito importante para a continuidade do nosso trabalho. A todos vocês visitantes do nosso blog, nossos sinceros votos de agradecimento por contribuírem para a realização deste sítio.

Atualizações Twitter

 


%d blogueiros gostam disto: